World of Warcraft

Relembrando os Portões de Ahn'Qiraj

Relembrando os Portões de Ahn'Qiraj

Em 23 de janeiro de 2006, uma guerra sangrenta foi iniciada por um simples som: uma batida de gongo. Nada de troares épicos, nada de gritos sanguissedentos, só um temeroso silêncio. Aqueles longos segundos nervosos de medo. A calmaria que precede a tempestade.

Parados ombro a ombro diante da Muralha do Escaravelho, ninguém poderia ter predito o que aconteceria — uma batalha épica de dez horas que ceifou a vida de milhares dos mais bravos de Azeroth — nem poderia compreender completamente as consequências.

Ação em primeiro, fação em segundo 

Não que a batalha nos portões de Ahn'Qiraj tivesse chegado de surpresa. Quando C'Thun se tornou uma ameaça urgente, os líderes do mundo formaram planos e forjaram conexões improváveis. Sabiam que a guerra chegaria e a glória pessoal custaria caro demais. A mera ideia de que um exército sozinho seria capaz de derrotar o general Rajaxx e suas imensas forças foi abandonada como uma fantasia.

Foi um momento único. Exércitos espalhados com lealdades várias se juntaram e o orgulho de facção foi deixado de lado. Sejamos claros: a batalha de Ahn'Qiraj só foi vencida com a crença de que "unidos venceremos". 

Warmongering vs. Gold Hungering

Essa aliança precária não passou sem críticas. Alguns demonstraram a desaprovação ignorando o esforço de guerra e fingindo que nada acontecia, mas outros expressaram oposição com agressividade. Elementos contrários dos dois lados, incapazes de admitir essa suposta traição da facção, não ficaram parados. Casas de leilão neutras, usadas para negociações entre os dois lados, praticamente viraram campos de batalha. Esses contrariados compravam recursos por ninharias e, na maioria dos casos, os revendiam para ganho pessoal. Como em todas as guerras, quem lucra nem sempre é o corajoso.

É difícil colocar em perspectiva a imensa escala daquele esforço de guerra — vivemos em tempos de armazenamento estendido e correio rápido. Porém, naqueles tempos, quando mochilas e pilhas de tecido era muito menores, reunir os preciosos recursos, organizá-los e enviá-los tomava muitas horas. Além disso, levavam várias semanas para obter bandagens, comida e equipamento, que seriam muito necessários e logo minguariam. É difícil imaginar um acontecimento assim hoje.

A Importancia de Relembrar

Faríamos bem, nesses tempos sombrios, em lembrar a coragem e espírito daqueles que estavam lá nos Portões de Ahn'Qiraj. Precisamos muito de longas memórias se quisermos despachar rapidamente as forças demoníacas que agora enfrentamos.

De 21 a 23 de janeiro, pedimos a você que venha relembrar os caídos e celebrar a vitória conosco. Todos em Azeroth estão convidados para uma festividade especial, o "Chamado do Escaravelho", em que nos reuniremos para atos memoriais e para compartilhar nosso orgulho de facção.  

Você esteve lá? Compartilhe suas memórias conosco nos comentários abaixo.

Próximo artigo
Hearthstone
18h

Masters Tour Arlington anunciada!

Vamos para o oeste na próxima etapa da Masters Tour.