Warcraft III: Reforged

Histórias da Forja: Reforjando os humanos

Histórias da Forja: Reforjando os humanos

A Aliança humana de Lordaeron existe desde que os orcs atravessaram o Portal Negro pela primeira vez. Resistentes e corajosos, os humanos enfrentam os inimigos com armaduras imponentes e aço afiado. Para capturar o espírito e a persistência dos humanos, a equipe de arte de Warcraft III: Reforged usou várias fontes de inspiração, como trailers de animação, artes conceituais novas e originais, entre outras.

Heróis

Arthas Menethil (Paladino)

Com o poder da Luz, os poderosos paladinos empunham martelos de guerra e fogo sagrado para lutar contra todos que ameaçam os fracos e inocentes.

Quando o Flagelo morto-vivo ameaçava destruir sua terra natal, o Príncipe Arthas Menethil estava disposto a pagar qualquer preço para salvá-la — e agora seu visual está melhor do que nunca. Arthas e os outros paladinos de Warcraft III® foram aprimorados mantendo aquela estética que você conhece: ombreiras imponentes, malhos de guerra gigantescos e incunábulos volumosos. Magnífico!

Jaina Proudmore (Arquimaga)

Oriundos do reino mágico de Dalaran, os arquimagos representam o ápice do poder arcano.

Tudo que ela queria era estudar, mas Jaina Proudmore acabou se envolvendo em uma guerra contra um inimigo para o qual ela estava totalmente despreparada. A personagem Jaina reforjada usa vestes elaboradas e esvoaçantes, carrega seu cajado característico (inspirado na versão de World of Warcraft®) e traz algumas surpresas.

O modelo do antigo arquimago Antônidas também foi atualizado para o modo multijogador, realçando pequenos detalhes que só podíamos imaginar com cerca de 700 polígonos. O novo modelo tem 15 mil polígonos, uma pele envelhecida bem detalhada, uma barba longa e esvoaçante, um diadema ornamentado e muito mais. Não curtiu? Sem problemas. Nas partidas multijogador, seus arquimagos poderão ser totalmente diferentes.

Muradin Barbabronze (Rei da Montanha)

Os reis da montanha, ou "thanes", como são conhecidos em Khaz Modan, dedicam suas vidas a testar a própria força contra adversários dignos.

Membro fundador da Liga dos Exploradores, Muradin Barbabronze foi até Nortúndria em busca da Gélido Lamento, uma lâmina rúnica mítica com uma história tenebrosa. A barba imponente e o elmo inconfundível de Muradin foram fortemente inspirados na versão de Heroes of the Storm™.

As novas versões corpulentas dos reis da montanha para o modo multijogador foram inspiradas no visual icônico dos anões de World of Warcraft®. Vestidos com peles e armaduras com escamas, os thanes usam grandes escudos enânicos de design complexo e exibem claramente sua indiscutível lealdade à Aliança.

Kael'thas Andassol (Mago Sangrento)

Refugiados que tentam aumentar seus poderes mágicos remanescentes a qualquer custo, as paixões dos magos sangrentos os levam às profundezas mais sombrias da loucura.

Muito antes dos contratempos em Terralém, Kael'thas já estava determinado a salvar seu povo a qualquer preço. Seu modelo atualizado reflete seu status de membro da realeza e seu terrível poder arcano.

Embora a estética dos elfos superiores não estivesse claramente definida quando Warcraft III foi lançado — eles usavam principalmente estruturas de arquitetura humana —, o extenso trabalho de caracterização em World of Warcraft ajudou a equipe de arte a recriar o visual do mago sangrento. Este lançador de feitiços inegavelmente élfico agora tem o porte mais esguio associado aos nativos de Quel'Thalas e as enormes ombreiras ornamentadas associadas aos membros da Aliança.

Unidades

Feiticeira

Tão assustadoras quanto vaidosas, as feiticeiras élficas mudam o rumo da batalha a seu bel-prazer, desacelerando a trama do tempo em volta dos inimigos ou transformando-os em ovelhas indefesas. Béééé!

As novas feiticeiras exibem com orgulho sua lealdade e o Olho de Dalaran em seu manto, além de vestirem uma linda armadura. Elas não se contentam em manipular o espaço-tempo simplesmente — é preciso ter estilo. Chegam até a conferir as unhas nos momentos de inatividade para garantir que seu visual vai abalar os inimigos tanto quanto os feitiços.

Equipe de Morteiro
As destemidas equipes de morteiro enânicas são especialistas em explosivos, e todas têm uma paixão em comum: transformar as fortificações inimigas em pó.

Para reforjar as equipes de morteiro, os desenvolvedores buscaram a arte conceitual criada por Samwise Didier para a versão original de Warcraft III. Esses conceitos mostravam como as equipes de morteiro deviam ser (unidades de comando de elite especializadas em demolições), e o novo modelo finalmente dá vida a essa arte conceitual, dos reforçados projéteis de morteiro às peças de artilharia pesada e equipamentos de segurança.

Cavalga-grifo

Os integrantes do Clã Martelo Feroz do Ninho da Águia, armados com martelos da tempestade com o poder dos raios, entram em batalha cavalgando grifos imponentes e destemidos e aterrorizam os inimigos da Aliança.

Enquanto a parte do grifo era muito mais visível no modelo original para facilitar a identificação no caos do campo de batalha, no cavalga-grifo reforjado o anão aparece bem mais detalhado. Aproxime bem a câmera e você verá as inconfundíveis tatuagens do Clã Martelo Feroz nos personagens sem camisa. Um pequeno broquel e um imponente martelo completam o visual desses bravos guerreiros.

Esperamos que você tenha gostado desta apresentação dos humanos. No próximo artigo da série, falaremos sobre os  orcs reforjados. Que saber mais sobre os novos modelos? Confira nossos artigos sobre os elfos noturnos e os mortos-vivos!

Warcraft III: Reforged será lançado em 28 de janeiro de 2020, então ainda há tempo de se preparar para entrar na batalha no dia do lançamento. Faça a compra antecipada agora mesmo e ganhe acesso imediato ao beta multijogador!

Próximo artigo
World of Warcraft
2d

Prévia de Shadowlands: Ardena e o Pacto dos Feérios Noturnos

Um pós-vida pintado com as cores do crepúsculo para aqueles que são muito próximos da natureza, Ardena é uma terra de renovação aos cuidados dos feérios noturnos. Dentro dessa floresta eterna, árvores oníricas gigantescas absorvem ânima para alimentar os espíritos da natureza que aguardam a hora do renascimento.