World of Warcraft

Prévia: Guia dos visitantes da Ilha de Gnomecan

Prévia: Guia dos visitantes da Ilha de Gnomecan

Lendas falam de um lugar junto da costa acidentada de Kul Tiraz cujos habitantes substituíram a carne e os ossos por porcas e parafusos: a Ilha de Gnomecan, lar de uma sociedade de gnomos com aprimoramentos mecânicos e do Rei Gnomecan, que governa com mão de ferro.

A Ilha de Gnomecan, que muitos acreditavam não se passar de um mito, foi descoberta há pouco tempo. Essa metrópole mecânica funciona à base de tecnologia de ponta como nunca se viu igual, mas a que preço?

Para chegar à Ilha de Gnomecan, primeiro você terá que estabelecer uma base em Nazjatar. Depois você terá que se dirigir a Boralus ou Zandalar e se reunir com as partes interessadas, que estão com a ilha lendária na mira, mas é você quem terá que se preparar para a viagem e dar esse salto de fé.

Ao atracar em Gnomecan, você encontrará os gnomecânicos: engenheiros extravagantes que incrementaram seus corpos de carne e osso com partes cibernéticas, capazes de superar todos os obstáculos. O lugar, porém, não é o paraíso da engenharia que aparenta ser. O Rei Gnomecan e seus leais súditos, que antigamente faziam parte da sociedade gnômica, partiram a fim de criar a ilha e de aprimorar suas invenções. No entanto, a loucura não tardou a deturpar seus projetos de melhorar a vida em Azeroth e de curar a maldição da carne.

Boas-vindas à Resistência Ferrúgia

À frente da batalha contra o tirano louco, encontra-se seu filho: o Príncipe Erazmin, líder da Resistência Ferrúgia. Junte-se à luta para depor o pai tirânico do rebelde e pôr fim nas suas tramoias insanas. Ajude-o agora e quem sabe ele não venha a ajudar sua facção na batalha por Azeroth.

Dentre as muitas missões com as quais você vai se deparar na ilha, também haverá Missões Mundiais que permitirão que você tome parte em Missões do Emissário em nome da Resistência Ferrúgia.

Sucatrônica

Há muitas maravilhas mecânicas para se descobrir na ilha, uma das quais aparecerá logo no comecinho: Pascal-R31, um robô de ferro gigante que ajuda os jogadores a criar equipamentos, montarias, brinquedos, consumíveis e muito mais em troca de Peças Sobressalentes e Baterias, encontradas em Gnomecan. Projetos para criar mais itens podem ser encontrados pela ilha.

Você também poderá comprar projetos para o Apontador Laser de Mecafelino, no Ferro-velho do Bitola, e criar uma nova montaria. Sempre que voltar ao Ferro-Velho do Bitola, você poderá escolher entre uma seleção de cores para personalizar seu felino.

Projetos de Construção

Espalhados por toda a ilha, os Projetos de Construção permitirão aos jogadores contribuir com recursos para a criação de várias estruturas poderosas, inclusive armas experimentais, torres lança-chamas, uma perfuratriz que pode dar acesso a uma caverna repleta de tesouros e muito mais.

Você sabia? Pesca de peças!
A pesca é uma atividade bem lucrativa para o aspirante a faz-tudo. Você vai ganhar várias Peças sobressalentes e às vezes vai até pescar umas Baterias. Só fique esperto com as invenções defeituosas, dentre outros habitantes nada receptivos da ilha.

Dispositivo Computacional de Bolso

O Dispositivo Computacional de Bolso é um berloque que os jogadores podem personalizar utilizando três Engastes de Cartão Perfurado, nos quais os jogadores podem inserir um Cartão Perfurado Vermelho, Amarelo ou Azul. Os Cartões Perfurados podem ser obtidos por meio de missões, da exploração da área de Gnomecan e também avançando pela Operação: Gnomecan, uma masmorra nova e exclusivamente Mítica. Os jogadores receberão o Dispositivo Computacional de Bolso após concluir a missão “Aprimorado”.

Nova Masmorra: Operação: Gnomecan

É aqui que você vai fazer de tudo para depor o Rei Gnomecan de uma vez por todas e libertar os gnomecânicos da sua tirania.

O Príncipe Erazmin lidera um grupo dos mais improváveis em uma missão desesperada: adentrar o coração de Gnomecan. Em uma corrida contra o tempo, eles terão que vencer o exército de monstruosidades mecânicas do Rei Gnomecan e derrotar o gênio louco antes que a máquina do apocalipse extermine todas as formas de vida da face de Azeroth.

Chefes de Masmorra: 8
Modos: Mítico
Nível: 120 para a Aliança e para a Horda

Rei Gobbamak: obcecado pelas tecnologias perigosas que encontra no meio da sucata, o Rei Gobbamak acumulou uma montanha de armas apocalípticas que não tem inteligência para compreender, muito menos para operar.

Visgueiro: depois de anos tomando corpo em meio aos rejeitos da cidade, o lixo tóxico de Gnomecan ganhou uma consciência maligna. Com o sistema de esgoto desativado, o Visgueiro pode vagar livremente por toda Azeroth.

Chica & Neno: Chica e Neno, dois dos melhores tenentes de Bitola, têm uma relação turbulenta. Ao passo que Chica se orgulha de sua eficiência, Neno é a personificação do caos motorizado. A única coisa que eles têm em comum é a predileção pela violência gratuita, que gostam de praticar contra quem é tolo de botar os pés no seu território.

Unidade de Opressão Aérea HK-8: predadora dos céus, a Unidade de Opressão Aérea HK-8 sobrevoa o ferro-velho com apenas uma diretriz — desintegrar todos os invasores. Com uma armadura impenetrável e um arsenal mortífero, ela aniquila todos à sua sombra.

Tonque de Treta: os grandes mecaengenheiros de Gnomecan vivem para montar robôs de combate personalizados. Os tonques geralmente lutam uns contra os outros em busca de glória, mas também unem forças para expulsar as formas orgânicas estúpidas que se atrevem a invadir Gnomecan.

K.U.-J.0.: repositório de rejeitos da cidade, o Fosso das Sucatas é o alvo principal dos gnomos do bando do Bitola, que vão lá para roubar peças mecânicas de valor. Enquanto a Senhora do Lixo Vandinha Apetrex organiza os rejeitos da cidade, K.U.-J.0., seu fiel cão de guarda, bota para correr os visitantes indesejados, sejam gnomecânicos ou aventureiros.

Jardim do Maquinista: lindos e perigosos, os jardins metálicos do Maquinista-chefe Fluichispa foram projetados para fins de recreação e retaliação. Basta puxar uma alavanca e a paisagem idílica se transforma em uma armadilha mortal de onde invasor nenhum escapa.

Rei Gnomecan: psicótico na mesma medida em que é brilhante, o Rei Gnomecan despreza todas as formas orgânicas de vida. Com o Mecagerador devidamente ajustado, nada o impedirá de livrar Azeroth da maldição da carne e de mecanizar o mundo inteiro.

Há muito a descobrir explorando-se a Ilha de Gnomecan, seja um tesouro pirata nas ilhotas que salpicam o litoral ao sudoeste ou novos e aterrorizantes monstros mecânicos ao sul de Ferrúgia.

Próximo artigo
World of Warcraft
1h

Hotfixes: 18 de julho de 2019

Aqui você encontra uma lista de ajustes que corrigem vários problemas relacionados a World of Warcraft: Battle for Azeroth.