World of Warcraft

Antorus, o Trono Ardente Já está disponível! *Atualizado 5 de dezembro

Antorus, o Trono Ardente Já está disponível! *Atualizado 5 de dezembro

Atualizado 5 de dezembro: Dificuldade Mítica e Primeira ala do localizador de masmorras já disponíveis

Atualizado 28 de novembro: Dificuldade normal e heroica já disponível!

Antorus, o Trono Ardente, se encontra no núcleo de Argus. Desse trono do poder, Sargeras lidera sua Cruzada Ardente para assolar o cosmos.

Nas profundezas quase impenetráveis do Trono, poderes primordiais estão sendo forjados em armas de aniquilação total. Se essas vozes se erguerem para servir seu mestre, o fim recairá sobre toda a criação.

Chegou a hora das forças da Aliança e da Horda confrontarem a Legião Ardente no quartel-general de Sargeras. Antorus, o Trono Ardente, aguarda os aventureiros — repleto de perigos.


Localização: Argus

Modos: Localizador de Raides, Normal, Heroico, Mítico

Nível: 110

Chefes: 11

Agenda de desbloqueio do raide

28 de novembro: modos Normal e Heroico
5 de dezembro: modo Mítico e Ala 1 do Localizador de Raides: Campo da Luz

19 de dezembro: Ala 2 do Localizador de Raides: Descenso Proibido
2 de janeiro: Ala 3 do Localizador de Raides: Fim da Esperança

16 de janeiro: Ala 4 do Localizador de Raides: Sede do Panteão
 


Antorus é, a um só tempo, a fonte e o centro de poder da Legião, e a equipe de design concebeu a área com uma série de princípios em mente: primeiro, Antorus é de uma escala assombrosa. Não se trata de uma fortaleza ou bastilha qualquer, mas de um complexo de salões escavados nas profundezas de um mundo despedaçado, e ainda que as seções do raide sejam transponíveis a pé, os jogadores poderão usar a Vindicaar e outros meios de transporte para vencer as grandes distâncias em questão. Segundo, este é o clímax da campanha militar conduzida pelo Exército da Luz e demais aliados de vulto na batalha, e os jogadores representam a ponta da lança, trazendo o exército às suas costas. Enquanto se abre caminho Antorus adentro, uma batalha toma parte por todos os cantos, e as suas ações podem ajudar a causa da Luz nesta batalha pelo destino de todos os mundos. Por fim, temos a oportunidade rara de mergulhar nas verdadeiras origens da Legião, antes da corrupção Vil, da corrupção preta e verde, havia um titã poderoso que embarcou numa cruzada que mudaria o destino de todo o universo. Um vislumbre desses segredos ancestrais aguarda as almas audazes e corajosas que forem desbravar as profundezas de Antorus.
- Comentários do Desenvolvedor


Campo da Luz

Quebramundo Garothi

Construído nas profundezas de Argus e munido de um arsenal capaz de dizimar mundos, esta máquina de guerra foi projetada com único propósito: botar de joelhos os mortais invasores.

Canisvis de Sargeras

Infundidos em fogo e sombras, F’harg e Shatug são as mascotes prediletas de Sargeras. Criados para a carnificina, o deleite desses cães é dilacerar os inimigos de seu mestre.

Com o Exército da Luz e seus aliados avançando em Antorus, a Legião se prepara para liberar essas criaturas cruéis no campo de batalha e dar um fim à invasão dos mortais.

Olhar da Legião

Alto Comando Antorano

Tempos atrás, na era de ouro da civilização eredar, formou-se um conselho para cuidar da defesa de Argus e manter a paz. Porém, após aceitarem a oferta sinistra de Sargeras, os mestres estrategistas usaram seus conhecimentos militares para orquestrar uma Cruzada Ardente que arrasou incontáveis mundos.

Agora, todo o poder dos exércitos da Legião está sob o comando deles, o que lhes dá o poder terrível de aniquilar qualquer um que se opuser ao Titã Sombrio.

Salões do Alcance Irrestrito

Guarda-portal Hasabel

A Guarda-portal Hasabel é responsável pelas passagens através das quais a Legião envia seus exércitos contra incontáveis mundos. Com portais que se abrem para uma miríade de locais estratégicos através da Grande Treva Infinita, Hasabel é capaz de levar todo o poder do arsenal da Legião ao encontro de seus opositores.

Santuário Elariano

Eonar Mãe da Vida

Embora tenha tombado pela lâmina de Sargeras, a essência da Mãe da Vida escapou das garras do Titã Sombrio. Depois de passar milênios em isolamento, o santuário de Eonar foi descoberto pela Legião.

Se a alma dela cair nas mãos dos nossos inimigos, eles perverterão os poderes da natureza e das plantas, tornando a Cruzada Ardente imbatível.

O Exaustor
 

Imonar, o Caçador de Almas

O infame Imonar atua como cão farejador da Legião, capaz de rastrear uma presa do outro lado do cosmos. Com uma enorme gama de engenhocas e armadilhas ao seu dispor, Imonar nunca perdeu uma presa... e não pretende manchar seu histórico perfeito com o mais novo contrato.

Kin’garoth

O projeto de todas as armas de guerra da Legião vem da mente perversa de Kin’garoth. Obcecado por equipamentos de execução, Kin’garoth infundiu o próprio corpo na produção do maquinário, para poder gerar com mais eficiência um suprimento inacabável de destruição.

Por ordem do mestre sombrio da Legião, sua genialidade louca desenvolveu uma nova superarma, que ele planeja usar contra o Exército da Luz.

Trono Ardente

O Conciliábulo de Shivarra

Como se mostraram as mais perversas e fanáticas dentre seus seguidores, Sargeras confiou às irmãs do Conciliábulo a tarefa profana de degenerar os titãs decaídos em um Panteão Sombrio.

Cada irmã tem uma marca registrada de tortura, arrancando gritos que ecoam pelos salões de Antorus. Dizem que nem mortal nem demônio algum resiste ao chamado delas, fazendo com que seja apenas questão de tempo para que a força de vontade dos titãs se vergue.

Câmara da Angústia
 

Varimatras

Como um dos senhores do medo que comandava as forças da Legião na Terceira Guerra, Varimatras fracassou em deter o Lich Rei rebelde. Ele se sujeitou a uma aliança falida com Sylvana Correventos, depois fez uma última barganha em troca de poder e sofreu uma derrota humilhante.

Para pagar pelos seus equívocos, Varimatras foi torturado pelo Conciliábulo de Shivarra. As irmãs vingativas o despiram da carne e da sanidade, deixando somente o desejo singular de causar sofrimento aos mortais que haviam lhe custado tudo.

Alma do Mundo
 

Aggramar

Outrora o nobre Vingador do Panteão, Aggramar foi morto por Sargeras e renasceu como titã da destruição. Ele hoje se encontra no núcleo de Argus, guardando um poder capaz de desfazer o universo.

Nem mesmo os demônios têm permissão para andar nos seus salões, e os mortais que ousarem invadi-los serão reduzidos a cinzas pela lâmina ardente do titã: a Taeshalach.

Sede do Panteão
 

Argus, o Descriador

Presa. Quebrada.

Eras de existência, conhecendo somente a dor.

Uma alma fragmentada, abastecendo-se de ódio infinito.

O mestre chama. Erga-se... erga-se!

Que comece o fim de todas as coisas.

Próximo artigo