StarCraft II

Novo conto: Operação Diabo Cego

Novo conto: Operação Diabo Cego

Separado do Enxame, um zergnídeo solitário precisa superar sua própria natureza para derrotar seus sinistros captores. Confira este trecho e baixe Diabo Cego, de Cassandra Clarke, o último conto de StarCraft II de uma nova série em comemoração ao 10º aniversário do jogo.


Ele avança cuidadosamente, as garras estalam no piso brilhoso. A sensação é de algo frio e liso sob os pés. Estranho. Não parece vivo. Não é esponjoso nem quente, como o tecido do leviatã em que ele vive.

Ele anda em círculos, escutando o tac-tac-tac. Se ele andar rápido, os estalos parecem se multiplicar, como se ele estivesse onde deveria estar, seguindo a Rainha das Lâminas pelo centro nervoso do leviatã dela. Será que os passos dele soam como os dela? Ele sabe que ela não morreu. Ele sente a presença dela como se espera: um sussurro permeando seus pensamentos, passando a reconfortante sensação de que ele não está sozinho, mesmo quando está.

Outros zergnídeos deslizam pelas paredes deste cômodo estranho e redondo, dando voltas e mais voltas enquanto o acompanham.

Ele continua andando, tac-tac-tac. Mas não há nada além os passos dele. Uma coisa estranha e vazia.

Os outros zergnídeos ainda estão seguindo. Ele está com raiva de ter ficado preso com eles, então fica dando voltas, rosnando e atacando. Mas não atinge nenhum zergnídeo! Ele atinge uma parede que, tal como o chão, é lisa e brilhosa. Sacode a cabeça. Rosna de novo. Um zergnídeo na parede faz o mesmo. Ele imagina que deve ter ferido o zergnídeo, já que um dos chifres está sem ponta.

Ele arrasta as garras no piso. O zergnídeo faz o mesmo.

Então, ele se agacha. E o zergnídeo também.

Ele se aproxima da parede e sente um estalo dentro da cabeça. Igual ao que sentia quando a Rainha das Lâminas dava uma ordem, e ele sentia algo se acionar nele, sabia o que fazer, para onde ir. Entendia.

Ele entende alguma coisa.

Sabe aquele zergnídeo na parede? É ele.

Ele nunca o viu antes. Fica satisfeito por se parecer tanto com o resto da casta: faz parte de um todo, embora não haja um todo onde está. Ele está sozinho.

Baixe já Operação Diabo Cego. Se quiser ler mais contos de StarCraft II, baixe aqui uma coletânea com as histórias anteriores.

Próximo artigo

  1. Relembrando os Portões de Ahn'Qiraj
    World of Warcraft
    5h

    Relembrando os Portões de Ahn'Qiraj

    Em 23 de janeiro de 2006, uma guerra sangrenta foi iniciada por um simples som: uma batida de gongo. Nada de troares épicos, nada de gritos sanguissedentos, só um temeroso silêncio. Aqueles longos segundos nervosos de medo. A calmaria que precede a tempestade.

Destaques