Diablo III

Visão geral de recursos de Diablo IV

Visão geral de recursos de Diablo IV

Sabemos que vocês estão muito ansiosos para saber tudo de Diablo IV, e nós estamos muito felizes de dividir isso com vocês. Primeiro, vamos apresentar uma visão geral dos recursos e detalhes divulgados na BlizzCon 2019 e responder algumas das perguntas mais frequentes que vocês com certeza já têm sobre essa importante adição à franquia de Diablo.


As classes de Diablo IV

No lançamento de Diablo IV, haverá cinco classes distintas, cada uma com uma mecânica própria que personifica a essência do personagem. Hoje, vamos falar das três primeiras classes que estarão no jogo: bárbaro, maga e druida.

Bárbaro

Guerreiros brutais, com imensa força física, os bárbaros se movimentam continuamente pelo campo de batalha, causando dano pesado e fazendo uso de diversas armas poderosas com facilidade. Com o sistema de Arsenal, os bárbaros podem alternar entre diferentes tipos de armas, por exemplo, entre uma maça de duas mãos e um par de machadinhas ágeis e afiadas. A arma escolhida depende da situação, da habilidade e das necessidades do jogador.

Os bárbaros serão capazes de carregar um total de quatro armas, alternando entre elas a qualquer momento, de maneira dinâmica. Também será possível atribuir armas específicas para determinadas habilidades, permitindo que os jogadores mais experientes atinjam um nível ainda maior de personalização.

Maga

Fazendo uso de poderosas forças elementais, a maga tem um estoque completíssimo de magias de todos os tipos. Essa heroína tem constituição frágil, mas destrutiva, e, ao mesmo tempo em que assume grandes riscos, leva grandes recompensas ao utilizar o fogo, o gelo e a eletricidade. Seu domínio da magia é uma parte essencial dos conceitos de poder em Diablo, e continuamos a construir sobre esse alicerce no mundo do jogo.

Você poderá controlar e destruir os inimigos com uma nova mecânica de congelamento. Quanto mais dano gélido você causar com seus ataques, mais inimigos serão desacelerados, congelados e, por fim, estilhaçados.

Druida

O mestre da metamorfose faz seu retorno triunfal a Santuário! Alternando com facilidade entre a forma humana, de lobo ou de urso, o druida comanda os poderes mágicos da terra e da tempestade impecavelmente.

Cada forma disponibiliza habilidades específicas, e novidades como o Cataclismo serão infalíveis para aniquilar hordas de inimigos com a fúria desenfreada da natureza. A magia de tempestade perdura no campo de batalha, então é possível gerar torrentes de relâmpagos, vento e chuva, e, depois, assumir uma forma animal para acabar com os inimigos.


Pontos de habilidade e árvores de talentos

Em Diablo IV, haverá uma progressão de personagem contínua e amplas opções de personalização. Para isso, estamos reintroduzindo os pontos de habilidade e as árvores de talentos.

Os pontos de habilidade são obtidos ao aumentar de nível e ao encontrar tomos raros espalhados pelo mundo. Você pode gastar seus pontos de habilidade à medida que os acumula, dividi-los entre muitas habilidades, atribuí-los às suas habilidades favoritas ou guardá-los para investir em habilidades desbloqueadas posteriormente.

Cada classe tem acesso a uma árvore de talentos específica, o que fornece um alto nível de personalização de personagem. Porém, cada escolha terá seu preço. Magas, por exemplo, podem se concentrar em habilidades que favoreçam a mobilidade ou o dano elétrico, abrindo mão de poderes gélidos. O druida pode optar por se tornar um pesado lutador corpo a corpo, aprimorando seus talentos de urso. Essa escolha não impede que ele use suas habilidades de lobo ou de lançador de feitiços, mas não em um nível superior. Você é quem decide que aspecto aprimorar, e seus investimentos em talentos refletirão essas decisões.

Quanto mais você avança na árvore de talentos, mais poderosas são as opções disponíveis. Escolha seu caminho com sabedoria!


Mundo aberto e jogabilidade multijogador

Diferentemente dos outros jogos da série, o mundo de Diablo IV será totalmente aberto. Ou seja, será possível explorar qualquer uma das cinco regiões distintas, em qualquer ordem e qualquer momento, sem interrupções. Santuário será um local mais vivo para explorar e saquear. Com os novos ecossistemas e monstros ligados às regiões, diversos eventos públicos compartilhados entre jogadores e pontos de interesse nas cidades que funcionam como centros sociais, o mundo de Diablo IV será menos solitário (mas não menos sombrio).

As regiões que estamos apresentando são todas interconectadas, o que permite desbravar cada uma delas sem interrupções.

Scosglen

Terra dos druidas, essa região verdejante e chuvosa é coberta por uma mata densa junto à costa. Lobisomens espreitam em meio à vegetação, e um novo conjunto de monstros, os afogados, se aglomera na costa, caçando vítimas desavisadas para arrastar até as profundezas.

Cimeiras Fraturadas

Essa cadeira de montanhas, gélida e isolada, abriga uma seita de sacerdotes devotos. Eles buscam a iluminação, mas não conhecem os horrores que habitam as cavernas obscuras abaixo deles.

Estepes Secas

O ambiente hostil e inclemente das Estepes Secas abriga somente as almas mais resistentes (ou desesperadas). Tenha cuidado: os habitantes dessa terra farão o que for preciso para sobreviver, desde furtar objetos até praticar canibalismo.

Hawezar

O pântano de Hawezar, infestado de serpentes, é o lar de bruxas e zelotes, que percorrem essas águas lamacentas em busca de antigos artefatos. Viajantes incautos serão vítimas de incontáveis perigos.

Kehjistão

Como visto em visitas anteriores a Alcarnus e Caldeum, as sombras desérticas do Kehjistão são um excelente esconderijo para um grupo de cultistas em ascensão. Eles vasculham as ruínas abandonadas atrás de um poder que favorecerá o retorno de males supremos ancestrais.

O inferno são os outros: jogar solo ou em equipe?

Não importa se você prefere formar equipes ou aventurar-se sozinho, Diablo IV terá um modo de jogo para você.

Na campanha, você poderá jogar acompanhando a história completa no seu próprio ritmo ou junto com amigos. O progresso de jogo é regulado pelo líder do grupo para evitar dúvidas sobre o que já foi feito e o que resta fazer.

Embora a maior parte do mundo seja aberta a qualquer jogador, alguns locais de cada região são exclusivos da campanha. Quando você concluir os objetivos da campanha, essas áreas poderão ser acessadas pelos demais jogadores. Ou seja: você pode encontrar outro grupo de aventureiros passando pela área ou se deparar com um evento ou Chefe do Mundo que outros jogadores estiverem enfrentando. Não é preciso formar equipes para participar dessas atividades: você decide se entra na briga ou continua sua jornada.

Explorando as masmorras

As masmorras serão uma experiência separada e episódica. Você não verá outros aventureiros espontaneamente ao explorar uma ruína abandonada, mas poderá formar um grupo de até quatro jogadores para enfrentar desafios mais complexos em troca de prêmios melhores.

Seguindo a tradição de Diablo, tanto a estrutura quanto os eventos das masmorras serão gerados aleatoriamente. Os ambientes das masmorras poderão ser internos ou externos e misturar diferentes terrenos e pisos. Assim, a exploração é ininterrupta, e avançar entre níveis ou cenários é um processo natural, sem telas de carregamento.

Outra novidade são os objetivos de masmorra, que ajudam a guiar sua aventura e oferecem recompensas melhores e perigos maiores. À medida que você conclui os objetivos, suas metas continuam a ser atualizadas, e a masmorra reage providenciando inimigos e desafios mais complexos. Cada objetivo foi desenvolvido especialmente para dar a determinada masmorra sua identidade e personalidade distintas. Há centenas de masmorras e inúmeros eventos, o que garante momentos de exploração totalmente únicos.

Estamos desenvolvendo masmorras para a fase final do jogo, baseadas em três princípios: variedade, profundidade estratégica e agência do jogador. Um novo sistema que apresentaremos hoje são as masmorras ajustáveis. Encontrar uma chave no mundo de Santuário permitirá atualizar uma masmorra existente para uma versão especial de fase final, com dificuldade maior, recompensas melhores e acessórios. Com a geração aleatória, a possibilidade de saber o nível de dificuldade e acessórios a enfrentar e escolher habilidades e equipamentos antes de encarar o desafio, conseguiremos honrar os três princípios definidos, gerando uma experiência de fase final única e em constante evolução.


Monstros de Santuário

Você já conhece o lugar onde enfrentará monstros, e já sabe como matá-los. Mas que monstros são esses? Vamos dar uma olhada em alguns dos inimigos que você poderá enfrentar em Diablo IV.

Conjuntos de monstros

Para dar mais vida e realismo ao mundo de Santuário, adotamos uma abordagem diferente na criação e design de monstros. Agora, cada monstro fará parte de uma "família" de monstros, um conjunto que agrupa inimigos diferentes segundo um tema e local em comum. Confira um dos novos conjuntos, os afogados:

Os afogados são entidades aquáticas encontradas nas proximidades da costa de Scosglen. Eles não habitam nenhuma outra parte do mundo. Se o foco de sua caçada forem esses monstros em especial, você precisará viajar para encontrá-los. Cada parte do conjunto tem uma especialidade ou habilidade característica, que combina com os outros integrantes da "família", fortalecendo-os quando lutam em equipe. 

Acessórios restantes

Os acessórios também terão uma funcionalidade diferente. Alguns efeitos conhecidos serão mantidos (como Incandescente), mas haverá mudanças na jogabilidade estratégica do acessório Tiro Múltiplo, por exemplo, dependendo do inimigo afetado.

No conjunto dos decaídos, por exemplo: Um decaído de longo alcance encantado com Tiro Múltiplo pode atacar você com três projéteis, como esperado. Se, porém, o encantamento Tiro Múltiplo afetar um xamã decaído, você provavelmente precisará adequar sua estratégia, porque o xamã passará a reviver três companheiros de uma vez. Os acessórios mudam a maneira de encarar os inimigos e desenvolver estratégias, além de oferecer uma jogabilidade diferente dependendo dos monstros afetados.

Ashava e os Chefes do Mundo

Se você teve acesso à demo da BlizzCon ou assistiu ao trailer de jogabilidade, provavelmente notou uma novidade bem grande: Ashava. Ashava é a primeira dos novos Chefes do Mundo. É um demônio ancestral, escondido no subterrâneo de Santuário. Será preciso mais de um herói para derrotá-la.

Para desafiar Ashava, não será necessário apenas formar uma equipe (ou juntar-se a outros jogadores), mas também prestar atenção às habilidades dela e usar as suas próprias com muito cuidado. Fuja dos ataques fatais de Ashava com a habilidade básica Evasão e use a nova mecânica de Vertigem. Os chefes não serão simplesmente imunes a efeitos de controle de grupo; eles passarão a sofrer de Vertigem, perdendo habilidades ou força após determinado limite. Usar Vertigem ao enfrentar Ashava fará com que as lâminas de seus braços se quebrem, reduzindo drasticamente o alcance de seu ataque de redemoinho. Assim, ela fica ligeiramente menos mortífera para você e sua equipe.


Itens

Diablo não seria Diablo sem um monte de novos tesouros para encontrar, e queremos fornecer uma ideia geral do funcionamento dos itens. Em primeiro lugar, teremos a volta de conhecidas categorias de itens:

Normal -> Mágico -> Raro -> Lendário/Conjunto -> Ancestral -> Mítico

Em Diablo IV, queremos que itens lendários sejam tão poderosos quanto itens de conjunto, ou mais. Não queremos forçar os jogadores a usarem um determinado conjunto de classe para jogar no estilo desejado. Itens ancestrais serão regidos por um sistema que será aplicado às temporadas, mas falaremos disso mais tarde. Quanto aos itens míticos, eles serão tão poderosos que só será possível equipar um por vez. Pense bem antes de escolher!

No que se refere às estatísticas de combate, optamos por simplificar a matemática. O melhor é que os jogadores passem mais tempo pensando nos atributos que afetam sua forma de jogar do que resolvendo cálculos aritméticos. Ataque e Defesa são o arroz com feijão do sistema: o primeiro aumenta o dano causado e o segundo diminui o dano recebido.

Atributos mais complexos como Velocidade de Ataque e Redução de Dano Corpo a Corpo continuarão a existir, mas poderão alterar sua abordagem em relação ao combate, e não só numericamente. Esses atributos continuam a aumentar ou reduzir danos, mas fazendo com que você considere a situação de batalha e quais habilidades funcionam melhor em cada caso.

Alguns itens serão reforços para determinados talentos, como se fossem pontos bônus investidos no talento. Se quiser aprimorar Pulverizar ao máximo, você pode usar habilidades, talentos e itens para esse objetivo!

Poderes lendários

Poderes lendários alteram substancialmente o uso das habilidades. Essa é a abordagem que escolhemos para Diablo IV. A melhor maneira de ilustrar isso é examinar alguns dos poderes que desenvolvemos para a habilidade Teleporte da maga.

Um poder lendário pode aumentar sua defesa logo após um Teleporte, criando um ótimo recurso de fuga. Outro pode aumentar seu dano por um breve período após usar Teleporte, o que favorece entrar direto na batalha. Há ainda um poder que zera o tempo de recarga de Teleporte, mas a direção do movimento se torna aleatória. Assim, você teria mobilidade alta, mas imprevisível. Por fim, há um poder que adiciona uma explosão com dano em área, que afeta os inimigos ao concluir o Teleporte.

Combinar todos esses poderes lendários pode resultar em uma experiência de jogo frenética e gratificante. Quem decide a combinação de poderes é você (e a sorte).

Runas

As runas voltaram e estão melhores que nunca! Em Diablo IV, as runas são basicamente mais uma dimensão de personalização de equipamentos. Há dois tipos de runas: runas de condição e runas de efeito. Para criar seu próprio poder lendário, basta inserir uma runa de condição e outra de efeito. Haverá uma enorme variedade de runas de ambos os tipos, e mal podemos esperar para ver as combinações que os jogadores farão.


Perguntas frequentes

Alguma pergunta que ainda não foi respondida? Veja as perguntas frequentes abaixo.

P: O jogo terá função de troca?
R: Sim. Ainda estamos trabalhando nos detalhes desse sistema, mas sabemos que essa é uma função muito requisitada pela comunidade. Queremos reintroduzir as trocas em algum nível e, ao mesmo tempo, preservar a experiência de pilhagem.

P: O jogo terá clãs?
R: Sim! Os clãs serão um dos recursos mais importantes de Diablo IV. 

P: O jogo terá um modo Jogador x Jogador?
R: Sim. Algumas áreas do mundo oferecerão a opção de entrar em duelos JxJ, então é melhor ter cuidado em suas aventuras. 

P: O jogo terá temporadas?
R: Sim! As temporadas voltarão. Nosso objetivo é que influenciem fortemente a maneira de jogar. Divulgaremos mais detalhes em breve.

P: O jogo terá modo Hardcore?
R: Sim! Adoramos esse recurso desde sua criação pelos jogadores, que queriam desafiar a si mesmos na versão original de Diablo.

P: Diablo IV será lançado para consoles?
R: Estamos colaborando com nossas empresas parceiras para levar Diablo IV aos PCs e consoles, incluindo Xbox One e PS4. Essas são as plataformas que podemos divulgar no momento. 

P: E [insira recurso de jogo que não mencionamos ainda]?
R: Entendemos que vocês têm muitas perguntas sobre a aparência e jogabilidade final de Diablo IV. Estamos trabalhando muito na arte, na história e nos sistemas de jogo que mostramos até o momento, mas ainda há muito a ser feito, estamos em um estágio inicial de desenvolvimento. O que divulgamos neste final de semana é visão geral de alto nível. À medida que continuamos a trabalhar nesse próximo Diablo, é provável que muitos aspectos mudem.


Muito para compartilhar e mais ainda para fazer

Diablo IV ainda está em fase inicial de desenvolvimento, mas queríamos muito mostrar o que já fizemos para vocês. Ainda não sabemos quando a primeira versão de acesso público será disponibilizada, mas forneceremos atualizações trimestrais sobre o jogo no site da comunidade de Diablo e em nossos fóruns.

Há muito a se fazer para dar vida a esse mundo infernal. Encontramos você do lado de lá!

Visite o nosso fórum geral para conversar sobre o assunto.

Próximo artigo
World of Warcraft
18h

Desbrave as Terras do Fogo durante a Caminhada Temporal de Cataclysm

Forjadas pelos Titãs para abrigar Ragnaros e seus lacaios atrozes, as Terras do Fogo farão parte da Caminhada Temporal de Cataclysm de 10 a 17 de dezembro.